Ficas - Compartilhando conhecimentos, transformando pessoas e organizações

Compartilhando conhecimentos, transformando pessoas e organizações

FICAS em Ação nº 74 - Abril 2019

Migração, refúgio e apatridia são temas de guia destinado a comunicadores
O FICAS participou da produção da publicação ao lado do IMDH e MigraMundo, com apoio da Fundação Avina e do ACNUR. Evento de lançamento será em São Paulo no dia 3 de maio.

A história do homem sempre foi marcada por movimentos migratórios, seja para buscar melhores oportunidades, condições climáticas mais favoráveis ou para fugir de situações de conflito, entre tantas outras razões. Apesar disso, ainda hoje há casos de preconceito e violação de direitos em relação a imigrantes em diversas partes do mundo, muitas vezes gerados pela falta de informação sobre suas garantias e deveres e sobre o caráter positivo da diversidade cultural que a migração promove.

Foi pensando nisso que o Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), o portal MigraMundo e o FICAS, com apoio da Fundação Avina e do ACNUR, a agência da ONU para refugiados, se reuniram para produzir o "Migrações, Refúgio e Apatridia - Guia para Comunicadores". O objetivo da publicação é oferecer uma contribuição à geração de conteúdo e à disseminação de informação sobre migrantes, incentivando a abordagem empática e comprometida com os fatos.

"O guia tem o objetivo de sensibilizar os comunicadores para o uso de uma linguagem que ajude a construir uma imagem mais positiva dos migrantes e refugiados no Brasil. Esperamos que também ajude a desconstruir alguns mitos", afirma Rogenir Costa coordenadora programática da Fundação Avina no Brasil. O conteúdo reúne definições, referências do setor e indicações de boas práticas para a produção e divulgação de informações sobre esse tema.

"Difundir uma visão positiva da migração, destacar sua potencial contribuição, eliminar o uso de termos discriminatórios, destacar a dimensão humanitária que deve prevalecer para uma acolhida digna ao migrante e ao refugiado, são todos elementos que podem ser destacados no lançamento deste Guia. De igual importância é a contribuição que pode representar em favor da integração desta população na sociedade brasileira", declara Rosita Milesi, diretora do IMDH. "A participação do FICAS na iniciativa foi de grande importância porque conduziu o projeto com respeito, profissionalismo e persistência, articulando os vários colaboradores e o desempenho das atribuições de cada um", completa.

O lançamento
No próximo dia 3 de maio de 2019, das 9 às 12 horas, o FICAS abrirá as portas de sua sede para o evento de lançamento da publicação. Destinado a jornalistas, comunicadores independentes e representantes de organizações da sociedade civil que trabalham com o tema, o encontro contará com uma roda de conversa sobre migração. Também será oferecida uma cópia do guia para cada participante.

"Foi um desafio e uma satisfação participar de um projeto deste porte, tratando de um tema de tanta importância no mundo todo. O FICAS tem se dedicado mais detidamente ao tema de migração nos últimos anos, com o Programa de Formação de Coletivos de Migrantes e Refugiados/as, desenvolvido também com a Avina e a Missão Paz, em São Paulo, e contribuir com a elaboração deste guia, ao lado de instituições de larga experiência na área, foi um grande aprendizado", conta Paula Rodrigues, responsável pela Comunicação do FICAS.

"Migrações, Refúgio e Apatridia - Guia para Comunicadores" também será disponibilizado em versão digital nos canais de comunicação das instituições organizadoras.

> Mais informações sobre o lançamento aqui.
> Conheça os parceiros: ACNUR, Fundação Avina, IMDH e MigraMundo.


FICAS oferece apoio institucional ao Festival ABCR 2019
Evento promovido pela Associação Brasileira de Captadores de Recursos acontece em São Paulo entre os dias 9 e 11 de junho.

O uturo da Captaçāo de Recursos no Brasil do Futuro" será o tema da 11ª edição do Festival ABCR, a maior conferência de mobilização de recursos da América Latina que acontece entre os dias 9 e 11 de junho de 2019, em São Paulo. O objetivo do evento promovido pela ABCR - Associação Brasileira de Captadores de Recursos é debater e trocar conhecimento sobre como mobilizar mais recursos para as organizações da sociedade civil e suas causas.

Neste ano, o FICAS é apoiador institucional do evento que deve reunir mais de 600 participantes. Essa parceria vem de outros anos, quando representantes da área de Mobilização da organização participaram de edições anteriores do Festival por meio de bolsas cedidas pela organização e apoios na divulgação.

"Apoiar e participar de um evento deste porte possibilita ao FICAS e aos demais participantes acessar mais organizações, oxigenar as ideias para mobilização e empreendedorismo, além de entrar em contato com casos de sucesso", afirma João Vitor Machado, da área de Mobilização de Recursos da organização. "Inovações de design thinking e marketing digital, e as novidades em editais e prêmios são alguns dos conteúdos que mais tenho interesse em conferir nesta edição do Festival!", completa.

A programação da edição de 2019 inclue 85 atividades dentre plenárias, sessões paralelas e masterclasses. Os temas estão divididos nos seguintes eixos: Comunicação e Engajamento; Cultura de Doaçāo; Geraçāo de Renda e Negócios de Impacto; Gestão e Liderança; Parcerias Empresariais; Mobilização de Muitos; Transparência e Confiança; Tecnologias Emergentes; Mobilização de Grandes Valores; Marco Regulatório.

A programação completa, mais informações e inscrições podem ser acessadas no site oficial: https://festivalabcr.org.br/.


Espaço Compartilhar: salas de trabalho, formação e reunião
FICAS disponibiliza espaços em sua sede, em São Paulo, para instituições, coletivos, associações e profissionais autônomos.

Desde 2017, a sede do FICAS funciona em um sobrado na Vila Mariana, em São Paulo, logo ao lado do Parque Modernista, uma região tranquila, com opções de restaurantes, comércio, bancos e transporte, como os metrôs Santa Cruz e Chácara Klabin. A casa abriga o escritório da organização, parte de sua equipe e muitas das formações que acontecem na capital.

Nos últimos anos, o FICAS reorganizou seu espaço e abriu as portas da casa para transformá-la em um local de compartilhamento e troca, disponibilizando infraestrutura e um ambiente acolhedor, com a convivência de profissionais de diversas áreas, para organizações e pessoas físicas que buscam um lugar para trabalhar e realizar formações.

As instalações do chamado Espaço Compartilhar incluem uma sala de formação para atividades com até 25 pessoas, pontos de coworking, além de salas de reuniões, para receber parceiros, realizar atendimentos ou trabalhar sem as distrações do home office. Atualmente, o endereço também acolhe duas outras organizações – a Labor Educacional e o Instituto Fonte - e está com uma sala com até seis pontos de trabalho, disponível para coletivos, associações, negócios e empreendedores sociais que estejam começando suas atividades.

O FICAS está localizado na rua Dr. Lopes de Almeida, 180, Vila Mariana. Para marcar uma visita ao espaço, o contato pode ser feito pelo e-mail comunicacao@ficas.org.br ou pelos telefones (11) 3045-4313 e 2924-7053.

> Conheça o Espaço Compartilhar!


Conecte-se ao FICAS!
Organização marca presença no Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter. Venha ficar junto!

De fácil utilização, as mídias sociais permitiram uma democratização do acesso ao conhecimento e à produção cultural e intelectual, uma maior facilidade para a coordenação de ações e documentação de acontecimentos. Esta revolução na comunicação consolidada neste início do século, mudou a maneira de se produzir e consumir informação, apresentando um novo conceito de instantaneidade e interatividade.

"Existe um resgate de pertencimento dentro dessas redes; mais pessoas têm voz para falar de assuntos que lhes interessam com maior ou menor conhecimento de causa, sem hierarquia e com pluralidade de olhares. Uma vez parte de um grupo, mais forte e mais ligada a uma determinada causa a pessoa fica", escreve Fernando Barreto, no texto Mobilização Social do e-book “Para entender as mídias sociais” (2011).

Colaboradores, amigos e parceiros também podem acompanhar as novidades sobre os programas, assessorias e ações do FICAS em apenas um clique. “Relacionamentos importam”, diz o slogan do LinkedIn, uma das redes sociais das quais a organização faz parte e que conecta profissionais e empresas em 200 países.

O primeiro perfil do FICAS em uma mídia social foi feito em 2011 no Facebook, líder disparado em escala mundial, com mais de 2,2 bilhões de usuários, e no Brasil, com 129 milhões. A organização também está presente em outras mídias que figuram entre as 10 mais populares no país: Instagram e Twitter.

Com a popularização da internet móvel pelo uso de celulares, o número de brasileiros conectados não para de crescer. Segundo dados do relatório 2018 da We are Social, 8 milhões de usuários estrearam nas redes sociais no país no ano passado.

> Confira o relatório 2018 da We are Social sobre o uso das redes sociais.
> Acompanhe os perfis do FICAS Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter.


O FICAS em Ação é um informativo mensal que reúne notícias sobre os programas, assessorias e ações do FICAS. 
Para receber os informativos por e-mail, escrever para comunicacao@ficas.org.br.
Jornalista responsável: Paula Rodrigues