Ficas - Compartilhando conhecimentos, transformando pessoas e organizações

Compartilhando conhecimentos, transformando pessoas e organizações

FICAS em Ação nº 65 - Maio 2017

Intercâmbio metodológico é novidade do Projeto Cambará 2017
Atividade está estreando na 4ª edição da parceria entre FICAS e Instituto Alcoa. As turmas deste ano têm enfoque em fortalecimento institucional, projetos, gestão e liderança.

As atividades do Projeto Cambará 2017, um projeto FICAS realizado em parceria com o Instituto Alcoa, seguem a todo vapor. Neste ano, cada grupo é formado por até 25 organizações e têm temáticas diferentes: “Gestão e Liderança” em Juruti (PA), “Fortalecimento Institucional” em Poços de Caldas (MG) e duas turmas em São Luís (MA), uma de “Desenvolvimento de Projetos” e outra de “Gestão e Liderança”.

Em sua 4ª edição consecutiva, a iniciativa faz parte do Programa de Apoio a Projetos Locais do instituto e tem como objetivo fortalecer o papel estratégico das organizações da sociedade civil nas comunidades onde atuam. O conteúdo vem sendo trabalhado desde março em estações, com encontros de dois dias, e tem atividades programadas até novembro.

A turma de Poços de Caldas, composta por organizações que já participaram de edições anteriores, conta com uma atividade complementar inédita, o Intercâmbio Metodológico. Pensados para serem um espaço de trocas de metodologias, esses momentos acontecem dentro de uma das instituições, têm duração de meio período e contam com a participação de quatro organizações cada um. Estão previstos dois intercâmbios por estação.

"A Abaco participou da estreia do intercâmbio metodológico como sede e foi uma experiência maravilhosa! Foi muito bom receber as instituições convidadas e perceber que podemos ter estes momentos de trocas e conhecimentos entre as demais. Mostrar nosso serviço tão de perto foi revelador!", contam a assistente social Carina Tavares, a psicóloga Helara Cruz e a estagiária de serviço social Alice Figueiredo, que conversaram com o FICAS em nome da Associação Beneficente de Apoio à Comunidade da Zona Sul de Poços de Caldas (MG). "Está sendo uma experiência muito positiva participar do Cambará, pois já acreditávamos no crescimento da instituição, mas o projeto veio potencializar nossas ações e auxiliar na definição de estratégias. Foi muito importante a definição da identidade da organização, pois assim temos base para definir a estrutura organizacional e concretizar o fortalecimento institucional", afirmam.

Confira outros depoimentos de participantes do Projeto Cambará 2017:
"Uma iniciativa como o Cambará ajuda as instituições a se organizarem e contribui com quem assume a direção de associações, mas não teve oportunidade de ter uma formação, por exemplo. Os temas tratados falam de atuação e liderança e nos ajudarão a desenvolver nosso trabalho. Sem contar que a metodologia é muito boa e incentiva a participação".
Idaliana de Melo Albuquerque, presidente da Associação dos Moradores do Bairro de Santa Rita, participante do polo de Juruti (PA).

"A metodologia do FICAS para nós é no que o Cambará difere de todas as formações que participamos. Ela é envolvente e clara, o que facilita muito o aprendizado. Participamos desde 2014 e consideramos que esta é uma iniciativa importante porque possibilita novos conhecimentos, troca de experiências e fortalecimento de vínculo entre as organizações, além de ajudar a trabalhar melhor as problemáticas dentro e fora da organização e nos preparar para a apresentação de projetos nas empresas. O trabalho da equipe está muito diferenciado atualmente e sendo visto com outros olhos dentro da instituição!"
Anna Carla Jeronimo, assistente social da Fungotac - Fundação Gota de Leite de Assistência à Criança, participante do polo de Poços de Caldas (MG).

> Confira fotos do Projeto Cambará no Facebook do FICAS.
> Saiba mais sobre o Instituto Alcoa.

(Foto: Kyara Muniz/ FICAS)


FICAS lança versão digital de seu Relatório de Atividades
A publicação aborda as parcerias, os programas, assessorias e ações do FICAS por meio de fotos, textos e matérias publicadas ao longo do ano.

Está no ar o Relatório de Atividades FICAS 2016! A publicação tem por objetivo compartilhar com o público geral, amigos/as e parceiros/as, a atuação da organização no ano de 2016. Lançado apenas em versão digital, para que possa ser veiculado de maneira mais ágil e também para atender a princípios de sustentabilidade, o relatório traz detalhes de seus projetos, assessorias e ações e de sua metodologia. Destaque para os depoimentos de parceiros/as e participantes das formações FICAS.

Este foi um ano de continuidade das parcerias com o banco Itaú (PIPS FIES), Instituto Alcoa (Projeto Cambará), Instituto Mosaic (Programa Diálogos Mosaic) e Instituto Walmart (Viver Melhor Comunidade). Também foi tempo de celebrar novas parcerias como o Itaú Social, para a qual o FICAS assumiu o programa "Comunidade, presente!”, um edital de projetos da Roche Farma Brasil e uma reaproximação com o Instituto Sou da Paz para uma avaliação de processos e de resultados de dois de seus projetos, além de uma oficina para o Mesa Brasil Sesc.

Entre os meses de julho e agosto de 2016, o FICAS ofereceu ainda a Espiral de Oficinas de Inverno, realizada em parceria com consultores/as, com a Aoka, Move Social, Mobiliza e Sementeira, além do apoio do J. P. Morgan. O relatório traz ainda notícias sobre a filiação na Abong (Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais) e a participação em eventos como o Congresso GIFE e o Festival da ABCR.

"A base do trabalho do FICAS se dá por meio de trocas e compartilhamentos, formação de redes e de laços com organizações, institutos, fundações e empresas. Por isso, acreditamos ser importante manter canais de comunicação atualizados para um diálogo aberto com os diversos atores sociais", afirma Paula Rodrigues, responsável pela Comunicação da organização desde 2010. "Os Relatórios de Atividades se somam ao site institucional, aos perfis no Facebook e Twitter e aos informativos FICAS em Ação e Dicas FICAS. Além de informar o andamento de atividades, o relatório acaba sendo uma forma de registro anual de nossa história, tanto para fora como para dentro da organização", completa.

> Boa leitura! Confira a íntegra do Relatório de Atividades FICAS 2016.



Instituto Sou da Paz amplia parceria com FICAS
O projeto “Fortalecendo a prestação de serviços à comunidade (PSC)”, realizado em São Paulo, também está recebendo uma assessoria em avaliação de projetos.

Desde o mês de novembro de 2016, o FICAS está conduzindo uma avaliação de processos e de resultados do projeto “Fortalecendo a prestação de serviços à comunidade (PSC)”, desenvolvido em São Paulo pelo Instituto Sou da Paz. A avaliação vem sendo realizada de forma participativa, envolvendo tanto a equipe do instituto como os demais atores do projeto para que possam se apropriar da metodologia e dos resultados gerados e aprimorar seu trabalho.

A parceria com a instituição teve início em agosto do ano passado, com uma assessoria similar para o projeto “Adolescentes em alta vulnerabilidade: novas tecnologias para antigos dilemas”, que vem sendo realizada paralelamente. O trabalho do FICAS junto aos projetos tem duração de doze meses e está previsto para terminar em novembro deste ano.

“A parceria com o FICAS tem sido de muita valia para o desenvolvimento dos projetos. Através da avaliação e do monitoramento das nossas práticas é possível acertar o rumo das atividades, buscando o alcance dos objetivos propostos no plano de trabalho”, afirmam Beatriz Saks e Danielle Tsuchida, coordenadoras de projeto do Instituto Sou da Paz. “Com a equipe do FICAS, vimos aprendendo a avaliar projetos numa perspectiva que, efetivamente, contribui para as equipes envolvidas na ação e, em especial, para o público ao qual propomos parceria. É, para nós, um novo modo – interessante e real – de se pensar o conceito de avaliação. Os processos têm acontecido de forma participativa e gerado muitos aprendizados aos profissionais”, completam.

A assessoria do FICAS iniciou com o apoio técnico para um diagnóstico sobre as Unidades Acolhedoras dos adolescentes e jovens em prestação de serviço comunitário. Esse apoio foi desde a construção coletiva dos instrumentos utilizados até a análise de dados e preparação da apresentação dos resultados para os atores envolvidos na pesquisa. As coordenadoras, Beatriz e Danielle, também destacaram positivamente os processos participativos e, dentre os temas tratados, o fato de aprender a construir uma matriz avaliativa e a elaborar instrumentais para verificação de pistas, que possibilitam um “novo jeito de olhar e pensar” o fazer.

Tem sido extremamente rico trabalhar com as equipes dos dois projetos – são empenhados e dedicados, tanto na causa que defendem, como em aprender sobre o processo avaliativo. A construção conjunta de todas as ações da avaliação, bem como dos instrumentais usados, traz aprendizagem para todos os envolvidos. Nós temos aprendido bastante sobre as medidas socioeducativas e a prestação de serviços comunitários”, declara Andreia Saul, idealizadora e diretor executiva do FICAS.

> Para saber mais sobre o instituto, acesse: http://www.soudapaz.org/.


FICAS recebe parceiros/as e amigos/as de caminhada no próximo dia 22 de junho
A organização oferece um café da manhã para apresentar sua sede nova e comemorar o aniversário de 20 anos.

Está chegando! Dia 22 de junho de 2017, das 8h30 às 11h30, o FICAS receberá parceiros/as e amigos/as de caminhada em sua nova sede na Vila Mariana, em São Paulo, para celebrar suas duas décadas de fundação. A organização da sociedade civil foi criada com o intuito de compartilhar conhecimentos adquiridos no âmbito acadêmico e já fortaleceu mais de 700 organizações, na gestão e na atividade-fim, com mais de 20 mil gestores e educadores envolvidos em suas formações.

“Estamos na expectativa para a próxima semana! Queremos abrir as portas de nossa nova casa e comemorar esse marco com as pessoas que nos acompanharam nessa caminhada e também com quem está chegando agora. Tenho muito orgulho de ter idealizado o FICAS, dos desafios vencidos e dos resultados alcançados. Agora é tempo de agradecer e fazer planos para o futuro!”, declara Andreia Saul, idealizadora e diretor executiva do FICAS.

O trabalho do FICAS é realizado por meio de programas de formação e ações articuladoras, investindo no fortalecimento de outras organizações da sociedade civil e de institutos e fundações empresariais, com o objetivo de contribuir para que assumam um papel cada vez mais estratégico nas transformações sociais. Sua metodologia tem característica lúdico-pedagógica e alia teoria e prática para trabalhar temas como: gestão organizacional, educação, avaliação, desenvolvimento comunitário, entre outros.

Depois de 7 anos na Vila Madalena, o endereço do FICAS agora é Rua Dr. Lopes de Almeida, 180, Vila Mariana, São Paulo (SP). Para mais informações sobre o evento nos telefones (11) 3045-4313 e 3849-0715. Se possível, confirmar presença pelo e-mail: comunicacao@ficas.org.br.

> Fique por dentro dos programas, assessorias e ações do FICAS clicando aqui.
> Colabore com o FICAS!

O FICAS em Ação é um informativo mensal que reúne notícias sobre os programas, assessorias e ações do FICAS. 
Para receber os informativos por e-mail, escrever para comunicacao@ficas.org.br.
Jornalista responsável: Paula Rodrigues