Ficas - Compartilhando conhecimentos, transformando pessoas e organizações

Compartilhando conhecimentos, transformando pessoas e organizações

FICAS em Ação nº 63 - Março 2017

FICAS completa 20 anos cheio de novidades
São duas décadas de atuação no fortalecimento de organizações da sociedade civil e muito a agradecer a parceiros/as e amigos/as de caminhada.

O ano de 2017 é uma data muito importante para o FICAS, pois marca seu aniversário de 20 anos de fundação. Atuando como organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, foi criada com o intuito de compartilhar conhecimentos adquiridos no âmbito acadêmico com organizações e comunidades que pudessem utilizá-los na prática.

E o ano de aniversário começou cheio de novidades! Depois de 7 anos na Vila Madalena, a sede do FICAS mudou para a Vila Mariana, também em São Paulo, no início de março. Agora, para visitar ou enviar correspondências para a organização, o endereço é Rua Dr. Lopes de Almeida, 180, Vila Mariana – São Paulo (SP) - 04120-070.

Para inaugurar o novo espaço, o FICAS abrirá as portas para amigos/as e parceiros/as em um evento durante o mês de abril – a data será divulgada nos próximos dias! O clima de festa também foi levado para a identidade institucional e, ao longo de 2017, a organização adotou um selo comemorativo como identidade institucional.

“Sinto um orgulho enorme de ter idealizado o FICAS e de ter agregado ao longo desses 20 anos tantos parceiros/as e amigos/as de caminhada, além de pessoas na equipe, engajados e apaixonados pelo trabalho das organizações comunitárias – isso, com certeza, fez toda a diferença na nossa trajetória. Os desafios vencidos, os resultados alcançados, as sementes plantadas são frutos dessas alianças, por conta disso, a palavra de ordem desse ano é gratidão”, ressalta Andreia Saul, idealizadora e coordenadora executiva do FICAS.

Um relatório de atividades também está sendo preparado pela área de Comunicação para compartilhar com o público a atuação da organização em 2016. A publicação trará detalhes de seus projetos, assessorias e ações, de sua metodologia, notícias sobre as novas parcerias, a filiação na Abong (Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais) e a participação em eventos (como, por exemplo, no Congresso GIFE e Festival da ABCR), entre outros, incluindo depoimentos de parceiros e de quem participou das atividades.

Sobre o FICAS
O trabalho do FICAS é realizado por meio de programas de formação e ações articuladoras, investindo no fortalecimento de outras organizações da sociedade civil e de institutos e fundações empresariais, com o objetivo de contribuir para que assumam um papel cada vez mais estratégico nas transformações sociais.

Sua metodologia tem característica lúdico-pedagógica e alia teoria e prática para trabalhar temas como: gestão organizacional, educação, avaliação, desenvolvimento comunitário, entre outros. Considera sempre a realidade e o saber dos participantes, respeitando os diferentes ritmos de aprendizagem, para construir coletivamente novos conhecimentos.

> Fique por dentro dos programas, assessorias e ações do FICAS.
> Colabore com o FICAS!
> Fale conosco: pelo e-mail comunicacao@ficas.org.br e pelos telefones (11) 3045-4313 e 3849-0715.


Itaú Social renova parceria para acompanhamento do "Comunidade, presente!"
O FICAS segue responsável pela seleção de projetos e monitoramento de iniciativas apoiadas até dezembro de 2017.

Iniciada em setembro do ano passado, a parceria entre o FICAS e o Itaú Social para acompanhamento do "Comunidade, presente!” foi renovada até dezembro de 2017. O programa recebe propostas durante o ano todo e apoia pontualmente projetos educacionais, voltados ao desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, ou de saúde pública, para aquisição de equipamentos ou ampliação de unidades hospitalares, que ofereçam atendimento gratuito.

O trabalho do FICAS consiste em acompanhar as etapas de seleção de projetos (apreciação técnica, verificação de documentação, análise de orçamentos etc.), monitorar iniciativas já apoiadas e contribuir para o aprimoramento das ferramentas usadas no programa. A cada trimestre é apresentado um conjunto de pedidos previamente analisados ao Comitê de Apoio e Patrocínios do Itaú.

"A novidade de renovação da parceria com o Itaú Social vem acompanhada da contratação de novos consultores para o FICAS, alguns que trabalharão nesse projeto. É nossa espiral girando no ano em que completamos 20 anos de atuação!", declara Marcia Quintino, coordenadora técnico metodológica do FICAS e responsável pelo "Comunidade, presente!" dentro da organização. "Durante o processo seletivo, nossa equipe também é responsável por esclarecer dúvidas por e-mail e por telefone, além de orientar sobre a apresentação dos orçamentos e prestação de contas", completa.

O "Comunidade, presente!” promove engajamento dos funcionários/as Itaú, tanto dos que já realizam atividades voluntárias em projetos socioeducativos quanto dos que estão começando a se envolver nas comunidades. Para participar, a organização é visitada pelo gerente da agência mais próxima, por um agente de microcrédito ou um voluntário Itaú, que irá conhecer seu trabalho e suas necessidades, além de orientá-la a cadastrar seu pedido de apoio na plataforma do programa “Comunidade, presente!”. A partir daí, começa o trabalho do FICAS.

> Saiba mais sobre o Itaú Social.


Parceria entre FICAS e Instituto Alcoa, Projeto Cambará chega a sua 4ª edição
Participarão da iniciativa organizações da sociedade civil das cidades de Juruti (PA), Poços de Caldas (MG) e São Luís (MA).

Neste mês de março de 2017, foi dada a largada para a quarta edição consecutiva do Projeto Cambará, um projeto FICAS realizado em parceria com o Instituto Alcoa, que tem como objetivo fortalecer o papel estratégico das organizações da sociedade civil nas comunidades onde atuam. A iniciativa faz parte do Programa de Apoio a Projetos Locais do instituto.

Direcionada a instituições de localidades onde a Alcoa está presente, este ano a formação terá temáticas diferentes em cada cidade: uma turma de “Gestão e Liderança” em Juruti (PA), um grupo de “Fortalecimento Institucional” com organizações que já passaram pelo projeto em Poços de Caldas (MG) e, por fim, duas turmas em São Luís (MA), sendo uma de “Desenvolvimento de Projetos” e outra de “Gestão e Liderança”. Cada grupo será formado por até 25 organizações.

O conteúdo do Projeto Cambará, que leva o nome de um arbusto sulamericano com muitas flores, será trabalhado em cinco módulos, com atividades programadas até novembro deste ano. Nas próximas semanas, cada cidade contemplada pela formação sediará um encontro de apresentação da iniciativa para as organizações locais.

Projeto Cambará 2016
A edição do ano passado encerrará suas atividades neste dia 29 de março, com um último encontro do polo de Poços de Caldas (MG). As organizações participantes da formação apresentarão seus trabalhos em prol do desenvolvimento sustentável da região para empreendedores, empresários, representantes de fundações, institutos, poder público e demais interessados para um momento de troca e conversas sobre potenciais parcerias.

Depoimentos de ex-participantes do Projeto Cambará:
"O Cambará é uma tecnologia social empoderadora, no sentido de que abre portas e apresenta outros caminhos para as organizações. É comum vermos formações nas capitais, mas aqui no interior as iniciativas ainda são tímidas e alcançam poucas instituições. Fiquei encantada com a experiência de participar do Cambará, especialmente com o método e os facilitadores! Achei que seria 'mais do mesmo', mas, logo no primeiro módulo, fui presenteada com um encontro preparado com carinho e voltado para as pessoas que estavam ali. Gostei do ritmo, bem dosado, com atividades práticas, conteúdos teóricos, pausas, dinâmicas, lanches. Isso faz o processo ser mais gostoso e menos denso. Outro ponto de destaque foi o material pedagógico, que traz um embasamento teórico muito rico para quem tiver interesse em se aprofundar".
Francine Lopes Fernandes, da organização Guarda-Chuva, participante do polo de Poços de Caldas (MG).

"Foi uma ótima experiência participar do Cambará! Os temas trabalhados eram muito bons e o que aprendi está sendo muito útil, tanto em meu trabalho na cooperativa como em minha vida pessoal - inclusive nos levou a escrever um projeto que acabou aprovado pelo Instituto Alcoa! A metodologia do FICAS é excelente, de muita ajuda e fácil entendimento. Estou na expectativa do encontro de encerramento da turma de 2016, pois, como tudo foi organizado, acredito que será muito produtivo".
Rita de Cássia Alves, diretora presidente da Coopergore, participante do polo de Poços de Caldas (MG).

> Confira fotos do Projeto Cambará no Facebook do FICAS.
> Saiba mais sobre o Instituto Alcoa.

(Foto: polo de Poços de Caldas. Acervo Alcoa)


Instituto Fonte e FICAS sistematizam encontros dos Diálogos do Projeto Avaliação
A publicação aborda série especial de eventos sobre avaliação realizada com apoio do Itaú Social.  

Nos últimos dias de 2016, foi ao ar a publicação Mantenha a avaliação longe da gaveta!, produzida pelo Instituto Fonte para o Desenvolvimento Social em parceria com o FICAS, que sistematiza a experiência de realização de uma série especial dos Diálogos do Projeto Avaliação. Os encontros aconteceram em 2015, Ano Internacional da Avaliação, com apoio do Itaú Social, nas cidades de São Paulo (SP) e João Pessoa (PB).

Gratuitos, os encontros tinham como objetivo dialogar sobre o desafio de tirar as avaliações da gaveta, influenciando a prática, a tomada de decisões e a mudança nos processos de gestão das organizações da sociedade civil. Cada Diálogo abordou o tema por um viés diferente: a relação entre “Avaliação e planejamento”, “Avaliação, comunicação e mobilização de recursos” e “Avaliação e processos de aprendizagens”.

“Decidimos documentar os aprendizados com os encontros do Ano Internacional da Avaliação na intenção de produzir um conteúdo que pudesse ser compartilhado com outras organizações, que também as ajudasse nas reflexões do dia a dia. Para isso, escolhemos uma linguagem pouco acadêmica e bem acessível. Não devemos avaliar por avaliar! A avaliação deve estar a serviço de outros processos de gestão, por isso cada diálogo abordou uma interligação do tema”, conta Martina Rillo Otero, consultora associada do Instituto Fonte e coordenadora do Projeto Avaliação desde 2008. “Avalio muito bem essa parceria com o FICAS. A organização esteve muito próxima, principalmente na concepção e nas questões de comunicação. Mobilizamos nossas redes, pudemos trocar bastante sobre facilitação, metodologias e formatos", completa.

A sistematização foi elaborada por Otero juntamente com a jornalista Carline Piva Rossetti e também contou com a colaboração de Andreia Saul, diretora executiva e idealizadora do FICAS, e de Paula Rodrigues, responsável pela comunicação do FICAS.

>Confira a publicação completa: Mantenha a avaliação longe da gaveta!
> Saiba mais sobre os parceiros: Instituto Fonte e Itaú Social.

O FICAS em Ação é um informativo mensal que reúne notícias sobre os programas, assessorias e ações do FICAS.
Para receber os informativos por e-mail, escrever para comunicacao@ficas.org.br.
Jornalista responsável: Paula Rodrigues